Dorme, dorme, ó Jesus

– Mãe, vou dizer à avó que estás a dizer mal do Jesus.

– Filho, não ésse Jesus, é outro Jesus.

– Mas há mais do que um Jesus?

– Sim, o do Sporting.

– Mas esse também faz milagres?

– Dizem que sim.

– Mas tu chamaste-lhe ladrão.

– Porque nos roubaram um penálti.

– Por isso é que gritavas ‘Jesus para a cruz’?

– Eu disse isso?

– Sim, e eu vou dizer à avó.

– Mas não é esse Jesus.

– Mas afinal, quantos Jesus já?

– O do Sporting, que era do Benfica.

– Então, cada clube tem o seu Jesus?

– Não, agora é só o Sporting.

– Mas o do Benfica vai ressuscitar na Páscoa, certo?

– Acho que não.

– Mas avó diz que Deus separou a Luz das trevas.

– Mas olha que isto está negro.

– Deixa mãe, temos sempre o barrigudo, esse é dos encarnados.

– O Rui Vitória?

– Não, o Pai Natal.

– Haja fé, filho, haja fé…