O economista e professor da NYU Stern esteve na AESE Business School para falar do impacto que a inteligência artificial terá nos postos de trabalho e na economia mundial, num futuro próximo. Luís Cabral falou ainda à Executiva sobre profissões em extinção, o regresso dos monopólios e sobre um setor que poderá ser a solução para Portugal.
Catarina Heleno, Executive Education Manager da AESE Business School, fala-nos da fase mais desafiante da sua carreira: a mudança para Barcelona, onde integrou os quadros daquela que é considerada a melhor escola do mundo em formação executiva, a IESE Business School.
Nem sempre é fácil ter a coragem de pedir a alguém que admiramos para nos orientar e ajudar a crescer profissionalmente. Mas, muitas vezes, a melhor estratégia é fazê-lo diretamente e sem rodeios. Duas executivas e mentoras dão-nos algumas pistas sobre como fazer esta abordagem — e o que ter em mente antes de partir para ela.

AS MAIS VISTAS DA SEMANA NO FACEBOOK

CITAÇÕES INSPIRADORAS

"Político esfaqueado ou é morto ou é eleito" é o novo livro da jornalista Judite de Sousa. Escrito em 10 dias, resulta da sua experiência na cobertura jornalística das eleições presidenciais brasileiras, de que Jair Bolsonaro sairia vencedor. Falámos com a jornalista a propósito do seu novo trabalho.

Em 2016, Filipa Herédia decidiu passar das ideias aos atos e tomou uma decisão que a atirou para fora de pé. Não foi propriamente uma decisão de carreira, mas já valeu à Corporate Affairs Manager da Mars Iberia o reconhecimento de vários mercados da multinacional.
Há quem a defina como uma arte — a verdade é que, sem ela, a progressão profissional será muito mais difícil. A boa notícia é que, caso não a tenha, pode desenvolvê-la. Duas executivas explicam o que é ter presença executiva e como aperfeiçoá-la.
Faz viagens de aventura a destinos exóticos. Não se furta a qualquer experiência, mesmo que implique dormir numa tenda ou numa palhota de bambu. Em Lisboa, os dias de Maria José Sousa Lobo Elias começam cedo com o tai-chi e chi kung e podem terminar numa milonga (baile de tango). Não gostava de ser como ela "quando fosse grande"?!