Afinal, o Elvis não vai comprar casa na Comporta

(Hoje acordei preocupada com o futuro mas o livro de auto-ajuda que estou a ler é bem claro em relação a preocuparmo-nos com coisas que não podemos controlar. Como não sei se voltarei a ficar tão veemente incomodada com este tema, escrevo já esta carta, com 20 anos de antecedência. Em 2037 terás 25 anos)
“Querida filha,
Não, o Elvis não vai comprar casa na Comporta. Eu sei que, para os jovens da tua idade, o Blog do Dioguinho é o novo Expresso, mas ouve a mãe: não sei se sabes quem ele é (ou foi) mas o Elvis já morreu há muito tempo, por isso é impossível comprar casa onde quer que seja. E já agora, aproveito para te dizer que sei o quanto o Instagram é importante para ti mas a Kim Kardashian não tem 35 anos. Como é que eu sei? Quem sou eu para contestar a sua página oficial do Facebook? Pela simples razão de ela ter hoje, dia 11 de agosto de 2017, 37 anos. E que eu saiba, ainda não há filtros – mesmo que o Zuckerberg diga que sim – com o poder de fazer andar o tempo para trás.
Sei que fui muitas vezes chata durante a tua infância, a insistir para que lesses, que não acreditasses em tudo o que lias nas redes sociais, que visses coisas interessantes, que procurasses fontes credíveis, para que questionasses! E mesmo assim tu compraste um tal creme só porque aquela blogger jurou a pés juntos que ias ficar com os olhos maiores. Lembras-te da alergia com que ficaste?
Talvez esta carta seja a única interação que terás com o papel em 2037 (ok, o papel higiénico e os guardanapos ainda têm futuro). Eu podia não imprimir este email e agendar o seu envio para daqui a 20 anos mas ainda sou de uma geração que desconfia da tecnologia. E sinceramente espero que aches esta carta ridícula, que revires esses teus bonitos olhos, como tantas vezes fizeste na adolescência: claro que sabes quem é o Elvis, claro que não acreditaste no blog do Dioguinho. Isso quererá dizer que a minha luta não foi inglória. Fixe (ou o que quer que seja que vocês dizem agora, em 2037).
Bem, agora vou  preocupar-me com o Trump e a Coreia do Norte. Espero bem que estejamos cá todos, e de saúde, daqui a 20 anos. Até mesmo o Dioguinho.
Adoro-te.
beijinhos mãe”