Isabel dos Santos compra 2,28% do BPI

Com este negócio, a empresária angolana fica com 20,8% do capital do BPI, detido directa e indirectamente.

O Banco BIC, detido na maioria por Isabel dos Santos, anunciou, através de comunicado à CMVM, ter adquirido 2,28% do BPI. A empresária angolana que está entre as Mulheres mais influentes de Portugal, segundo a avalição da Executiva, informou que 0,38% desse capital está na posse do presidente do Conselho de Administração, Fernando Teles, e do administrador, Fernando Aleixo Duarte. Com este negócio, Isabel dos Santos fica com 20,8% do capital do BPI, detido de forma directa e indirectamente. Isabel dos Santos é a principal accionista do Banco BIC – que em Portugal comprou o BPN – depois de ter adquirido a posição de 25% que Américo Amorim tinha na sociedade financeira.
Isabel dos Santos reforça, de forma indirecta, a sua posição no banco liderado por Fernando Ulrich, com quem  tem mantido um braço de ferro, discordando da intenção do banco português cindir os activos africanos, criando uma sociedade nova com esses negócios, dando cumprimento às exigências do Banco Central Europeu (BCE) que determinou que o banco português deve, até 31 de Março, reduzir a sua exposição a Angola. Isabel dos Santos gostaria mais de uma solução que passasse pela aquisição ao BPI de de 10% do Banco de Fomento de Angola. A desblindagem de estatutos tem sido outro tema da discórida de Isabel dos Santos.