Última chamada para se candidatar a Entrepreneur Of The Year

A iniciativa, organizada pela EY, já vai na sua 7ª edição em Portugal e destina-se a premiar os melhores exemplos de empreendedorismo nacional. Até hoje, nenhuma mulher foi premiada em Portugal. Saiba como pode candidatar-se ou propor o nome de uma empresária que queira ver reconhecida.

O vencedor ou vencedora a edição nacional é convidado para o World Entrepreneur of the Year, que se realiza em junho, no Mónaco.

Estão abertas até 15 de janeiro as candidaturas à 7.ª edição do prémio EY – Entrepreneur Of The Year. Organizada há 30 anos, em 60 países, esta iniciativa da EY destina-se a reconhecer e premiar os melhores exemplos de empreendedorismo e já se destaca com um dos prémios de maior prestígio global nesta área. A organização portuguesa está também empenhada em incentivar uma crescente participação de candidaturas femininas, mostrando os exemplos inspiradores de empresárias e empreendedoras nacionais.

O lote de 6 finalistas portugueses será anunciado em fevereiro e o vencedor da categoria principal, que será conhecido em março, é convidado pela EY para representar Portugal no World Entrepreneur of the Year. O evento terá lugar em Monte Carlo (Mónaco) em junho deste ano e juntará os premiados de 60 outros países numa oportunidade única de networking com empresários e media internacionais.

Para concorrerem, deve reunir os seguintes requisitos:
– ser proprietária de uma empresa estabelecida em Portugal há pelos menos 3 anos, da qual detenha uma participação de, pelo menos, 10% do capital (e que este seja maioritariamente nacional);
– ter participação ativa na gestão da empresa, com funções executivas ou de chairman;
– a empresa deve ter um volume de negócios superior a 2,5 milhões de euros e resultados líquidos positivos, pelo menos no último ano de atividade;
– ter um mínimo de 10 colaboradores;
– apresentar a concurso uma equipa de gestão com um máximo de 3 elementos.

O painel do júri independente da edição deste ano será presidido por António Gomes da Mota, do Instituto Português de Corporate Governance. “O mundo está de olhos postos em nós e Portugal é hoje visto internacionalmente como um país de empreendedores”, diz João Alves, country managing partner da EY Portugal. “É fundamental continuar a mostrar ao mundo estes empreendedores e premiar a performance financeira e estratégica dos que mais se afirmam.”

Jeff Bezos (Amazon), Howard Schultz (Starbucks), Michael Dell (Dell Computer Corporation) ou Guy Laliberté (Cirque do Soleil) são alguns dos nomes sonantes que já foram distinguidos como Entrepreneur of the Year, em competições locais ou regionais. Em Portugal, os vencedores da última edição, em 2015, foram os fundadores da Vision-Box, Bento Correia (que pertence ao painel de jurados da edição deste ano) e Miguel Leittmann, mas antes disso também Belmiro de Azevedo, Manuel de Mello e Carlos Moreira da Silva, foram distinguidos.

Para participar ou propor a candidatura de uma empreendedora ou empreendedor que cumpra estes requisitos, saiba mais aqui.