Estée Lauder em modo de auto-ajuda

O que impressiona nos negócios é muitas vezes o diálogo entre as maiores acções de inovação e fora da caixa com uma filosofia empresarial tecida a golpes de senso comum. Por isso é que os livros de memórias ou práticos de gestores e empresários nem sempre servem o prazer da leitura mas no meio e com afinco podem encontrar-se algumas historietas exemplares e algumas regras que vale a pensa sublinhar. Uma questão interessante é a divida que muitos deles livros as vidas dos santos, as hagiografias…

A biografia Estée – a Sucess Story, que foi publicada em 1985 e contou com a colaboração da empresária, não foge muito aos cânones das biografias autorizadas mas não deixa de ser uma boa introdução aos métodos e à forma de pensar da única mulher a figurar na da Time referente aos 20 nomes mais influentes no mundo dos negócios do século XX.

Nesta autobiografa conta como fez depois de ter percebido que não tinha orçamento para pagar a uma agência de publicidade para lhe fazer uma campanha. Estée Lauder pegou no dinheiro orçamentado para publicidade e começou a enviar amostras gratuitas pelo correio e uma campanha de brindes grátis na compra.

Elenca também as 15 regras do seu sucesso em que não há nenhum segredo de Polichinelo mas expressões de senso comum como o “vigie a concorrência”, de bom senso como “quando estiver zangado nunca o demonstre de forma escrita” ou o maquiavélico “divida e governe”.

1. Encontre a localização certa;

2. Quando estiver zangado, nunca o demonstre de forma escrita;

3. Consegue-se apanhar mais abelhas usando mel;

4. Mantenha a sua própria imagem direita na sua mente;

5. Vigie a concorrência;

6. Divida e governe;

7. Aprenda a dizer não;

8. Confie nos seus instintos;

9. Aja com confiança;

10. Reconheça os seus erros;

11. Escreva as suas ideias;

12. Contrate as melhores pessoas;

13. Destrua barreiras;

14. Dê os créditos a quem é devido;

15.Treine a melhor equipa de vendas.

Ler mais

Portal de Gestão

Amazon