16 de fevereiro 2018

Muitas vezes, resolvemos um problema criando outro. E, enquanto o segundo problema não for tão grande como o primeiro, não parece mau. Mas realmente não se sabe até se estar enfiado nele até pescoço tentando resolvê-lo. Se não somos cuidadosos, corremos o risco de criar uma série infinita de problemas que se estendem até ao infinito, um dentro de outro, assim como as caixas chinesas. É que tem de haver uma maneira melhor de resolver os seus problemas atuais, certo? Pense na oportunidade de mudar as coisas.