A agenda de… Cristiana Simões

A country manager para Portugal da Zankyou Weddings, portal online líder de casamentos, divide o mês de trabalho entre Lisboa, Porto e Madrid, onde se situa a sede da empresa.

Cristiana Simões vive em Madrid desde os seus 14 anos.

Divide a sua atividade entre o Porto, Lisboa e Madrid e classifica a sua agenda como “uma tremenda loucura”. E explica: “Alterno o meu trabalho de escritório entre Madrid e o Porto, uma semana em Madrid e duas semanas no Porto. Em alguns dos dias que estou em Portugal, faço visitas regulares a Lisboa. Em Madrid, normalmente, apenas estou os dias de semana e aproveito para estar mais tranquila e sou acolhida pela minha mãe. No Porto, vivo com o meu namorado e semana sim, semana não, também com os filhos dele, pelo que a logística, passa a ser mais atarefada, mas ao mesmo tempo, mais deliciosa!”

Cristiana Simões vive em Madrid desde os 14 anos. Começou a trabalhar aos 16 anos, conciliando os estudos com o trabalho e com a vida social de um adolescente normal. Licenciada em Publicidade e Relações Públicas pela Universidad Rey Juan Carlos de Madrid, estagiou na Zankyou, portal online líder de casamentos, presente em 23 países, onde em 2013 chegou a  country manager de Portugal.

 

7H00

Todos os dias penso que se me levantasse meia horinha mais cedo, talvez aproveitasse melhor o dia, mas, infelizmente, o cansaço acumulado não me deixa. O primeiro que faço é desligar o despertador – pela terceira vez, normalmente; aproveito sempre 10 minutinhos. Vejo e ver o e-mail e redes sociais profissionais – algo que acontece, inclusive durante a noite. Estando em Madrid, tomo o pequeno com a minha mãe, que me prepara todos os dias, religiosamente, ovos mexidos, café e cereais com frutas. É um dos melhores momentos do dia, pois aproveitamos para falar quando o cansaço de todo o dia ainda não se apoderou de mim e o meu telefone ainda não está a tocar. Porto: quando temos os nossos meninos tomamos o pequeno-almoço mais rapidamente os dois, antes de começar a prepará-los para a escola. O menu? Sempre o mesmo: ovos mexidos, café e cereais com fruta. É também dos melhores momentos, adoro as nossas manhãs: dão-me a energia que preciso para enfrentar a jornada de telefonemas, e-mails, problemas e perguntas da equipa.

8H00

O início da manhã é muito diferente em cada uma das ocasiões. Se estou em Madrid consigo sair um pouquinho mais tarde para estar no escritório a horas. Se temos os miúdos, saímos de casa juntos: ele leva-os e eu vou direta para o escritório – ainda são uns bons 30 minutos de trânsito até chegar. Se estamos sozinhos, aproveitamos para ir ao ginásio 40 minutos, antes de seguir para o escritório.

9H00

Começa o dia laboral – provavelmente já aproveitei para responder a uns 20 e-mails e mensagens que caíram durante a noite, enquanto tomava o pequeno-almoço ou estava no ginásio. Estando no Porto ou em Madrid a logística é praticamente a mesma, sendo que no Porto, posso aproveitar para visitar clientes ou ser visitada por eles nas nossas instalações. Basicamente o que faço primeiro é organizar o dia, ver tarefas pendentes, rever resultados do dia anterior: tráfego do site, vendas do dia anterior, pagamentos recebidos de clientes B2B e B2C, e dados do nosso Diretório. Dedico os seguintes 20 minutos a ler os artigos publicados no dia anterior, na nossa revista online.

10H30

Madrid: Mini briefing com a equipa do Portal para planificar as tarefas diárias. Porto: Mini briefing com a equipa comercial para organizar contactos e objetivos diários. Começa o dia de contatos com fornecedores para venda de publicidade no portal, revisão de pagamentos, campanhas e afins. No final da manhã, quando o telefone fica um pouco mais livre, aproveito para pesquisar novos mercados e oportunidades, para o desenvolvimento da marca Zankyou em Portugal.

13H30

Como toda a minha agenda, o almoço é muito variável. Nos piores dias da semana, em que o trabalho ultrapassa o imaginável, acabo por optar por uma salada no escritório. Se estou no Porto e o dia está mais tranquilo, aproveito para almoçar fora na companhia do meu namorado ou alguma amiga. Por vezes, combino almoços com agentes de mercado relevantes, sendo que é mais um momento para alimentar as relações laborais. Estando em Madrid, a opção é quase sempre comer fora, nalgum restaurante pertinho do escritório, ou comer com a equipa no refeitório do próprio edifício.

14H30

Depois do almoço, o dia parece que começa a ficar sem horas. O mais bonito de dirigir uma equipa é a forma como isso me faz crescer como pessoa, tanto a nível laboral como pessoal. Aprender a lidar com diferentes personalidades e conseguir guiá-las na mesma direção não é tarefa fácil, mas é um dos desafios mais gratificantes de um líder. Acho que todos nós, algum dia, devíamos sentir o peso da responsabilidade de ter uma equipa: talvez os estereótipos e os ditos de que “um chefe não trabalha” seriam cada vez mais escassos.

A tarde é dedicada à resolução de problemas e imprevistos que vão acontecendo ao longo do dia. Por vezes, estando no Porto, acabo por acudir a alguns eventos relacionados com a área, que se transformam em excelentes oportunidades de networking e consequente melhora na visibilidade da minha marca.

19H00

Estando em Madrid, aproveito para trabalhar um pouco mais e recuperar as horas “perdidas” a responder dúvidas e resolver problemas e acabo por ficar até bem tarde.  Em Madrid está a maior parte dos departamentos do Portal, pelo que existem muitas mais dúvidas a resolver e também faço muitas mais reuniões internas com dirigentes de outros países, de forma a pôr o nosso produto em comum. Quando consigo sair mais cedo, aproveito para estar com os meus amigos mais próximos, já que, infelizmente, o tempo é cada vez mais escasso para nos juntarmos aos fins-de-semana. Em Portugal, a equipa comercial é muito mais independente, dando-me uma maior liberdade para organizar e seguir à linha a minha agenda, podendo assim, finalizar “teoricamente” a minha jornada por esta hora.

20H00

Estando no Porto, às terças ou quintas normalmente, vou ao ginásio, desta vez com personal trainer (PT). Fazer ginásio com PT é 10 mil vezes melhor e eficaz, pelo que aconselho vivamente. Na semana que temos meninos, vou para casa para dar saída à empregada, que felizmente já tem o jantar meio preparado, o que facilita bastante a logística – apesar de eu ser uma eterna apaixonada pela culinária e acabar por cozinhar muitas vezes. Aproveitamos para brincar um pouco até à chegada do “papá” e temos o clássico jantar de família, um pouco de televisão no sofá e deitamo-los saudavelmente cedo. Sem meninos em casa e sem PT, aproveito muitos dias para passear pelo Porto e fazer algo que me alimente culturalmente: combino algum café de final de tarde com amigas ou ficamos pelo Porto para jantar, nalgum sítio da moda. Somos grandes apreciadores da boa comida, acompanhada de um bom vinho, em sítios bonitos.

22H30

Quase, quase a terminar o dia! Quando estou em Madrid vejo-me todos os dias a agradecer à tecnologia pela sua evolução. Os finais de noite são passados em vídeo-chamada com o meu namorado a contar o nosso dia. Adoramos partilhar as nossas experiências, somos bons ouvintes e os melhores conselheiros um do outro. Além de ser o homem da minha vida, é também o meu melhor amigo e isso tem um valor incalculável. No Porto, aproveitamos para conversar muito, criar projectos juntos, analisar resultados do dia dos nossos trabalhos, rever as redes sociais por questões laborais, ver novas séries de televisão nos dias mais preguiçosos, em suma, partilhar a experiência da vida. Em Lisboa,  ir a um restaurante giro é quase obrigatório.

24H00

O dia acaba sempre com uma última olhadela no e-mail e umas quantas respostas até programar o despertador para as 7h. O beijo de boa noite e um abraço aconchegantenão podem faltar sempre que estamos juntos, são essenciais para uma boa noite e retoma de forças para o dia seguinte.

Fins de semana

Os fins de semana são passados quase todos no Porto, já que eu tenho mais flexibilidade de movimento que ele. Quando não temos os meninos, ele acaba por vir até Madrid e aproveitamos para passear muito, ou combinamos em qualquer parte do mundo para conhecer novas fronteiras. Tenho uma das vidas mais agitadas que conheço, um trabalho que adoro, uma família incrível e um homem que me ama e que eu amo. Na verdade, acho que não podia ser melhor. Zankyou!