Virginia Abreu, uma vencedora do Vale do Ave

Criou a Crispim Abreu com quatro empregados em 1981, cresceu com os nomes grandes da moda, enfrentou a concorrência asiática, e hoje tem 300 trabalhadores em duas fábricas no Vale do Ave. A empresária Virginia Abreu é uma das oradoras da 1.ª Grande Conferência Liderança Feminina Porto, a 9 de maio.

Virgínia Abreu, co-fundadora e CEO da Crispim Abreu.

Foi um primeiro emprego numa empresa têxtil que ditou o futuro de Virginia Abreu. O sonho de menina era ser jornalista ou advogada, mas o emprego que arranjou para ganhar alguma independência financeira deu-lhe as bases e o gosto pela indústria têxtil. Em 1981, criou a Crispim Abreu com o marido, três empregadas, um motorista e uma mesa de corte. Três anos mais tarde, depois de ter adquirido uma outra fábrica que lhe permitia trabalhar grandes quantidades, fez as malas e foi a Espanha apresentar-se à Inditex. Na mala levava amostras e já algumas boas marcas como clientes no currículo, o que tornou fácil atrair a atenção da empresa-mãe da Zara. Se no início, as primeiras encomendas eram de pouco mais de mil peças, hoje podem chegar às 100 mil!

Num negócio construído a dois, que está dividido entre o vestuário e o têxtil-lar, Virginia Abreu ficou com a responsabilidade pela produção, o design e a parte comercial. Gosta de construir parcerias fortes com os clientes – daí que a sua relação com a Inditex, por exemplo, se mantenha intacta três décadas depois – e não dispensa o acompanhamento muito próximo da produção e o controlo da qualidade. As duas fábricas Crispim Abreu conseguiram resistir à concorrência asiática precisamente porque a empresária soube antecipar as ameaças que enfrentaria e tornou-se ainda mais forte nas áreas onde sabia que se conseguiria distinguir: a qualidade, a rapidez e o design.

Virginia Abreu, CEO da Crispim Abreu, vai integrar a mesa redonda Lições de Liderança, com Susana Coerver, Virginia Abreu e Margarida Pedrosa.

Conheça o programa e as oradoras e garanta o seu lugar aqui.

 

GRANDE CONFERÊNCIA LIDERANÇA FEMININA PORTO

9h00 | Abertura

Isabel Canha, diretora do Executiva.pt

9h10 | Debate  Liderança feminina, perspetiva internacional*

Ramon O’Callaghan, dean da Porto Business School

Nathalie Risacher, senior country manager da Natixis

9h40 | Mesa redonda Como chegar ao topo

Raquel Seabra, administradora da Sogrape

Vanessa Loureiro, administradora não executiva da EFACEC

Paula Dias, CEO Elastomer Solutions

Soledade Carvalho Duarte, managing partner da Invesco Transearch (moderadora)

10h45| Intervalo

11h15| Mesa redonda Lições de liderança

Susana Coerver, global marketing and communication director da Parfois

Regina Alves, empresária/franchisada da McDonald’s

Virginia Abreu, CEO da Crispim Abreu

Ana Salomé Martins, diretora de Pessoas e Comunicação da Nors

Margarida Pedrosa, diretora da MBA Consultores e fundadora do Club Women in Business da PBS (moderadora)

12h15 |Três gestoras à conversa sobre liderança feminina

Maria Antónia Torres, partner da PwC Portugal, Cabo Verde e Angola

Marta Araújo, CEO da Castelbel

Gabriela Castro, head of strategic business development da Sonae MC

13h00 | Final

 

Não perca esta oportunidade de escutar executivas de topo sobre os desafios que enfrentam enquanto líderes. Garanta o seu lugar aqui.