Rodrigo Koxa: vencer o medo e surfar a maior onda de sempre

Rodrigo Koxa é conhecido por ter surfado a maior onda jamais surfada nas águas da Nazaré, mas o que nem todos sabem é que para conseguir este feito lutou com os seus medos durante três anos. Na Entrepreneur’s Organization University, que decorreu em Cascais no final de maio, incentivou os empreendedores a não ficarem paralisados pelo medo quando fracassam.

Rodrigo Koxa inspirou os empreendedores com a sua experiência de superação dos medos.

Rodrigo Koxa é uma daquelas pessoas que pode dizer que fez frente ao seu maior medo e saiu a vencer. A sua jornada, contada em conversa com a apresentadora Filomena Cautela numa das sessões mais concorridas da Entrepreneur’s Organization University, é a metáfora perfeita para os que empreendem e falham à primeira, ou para quem precisa de vencer o medo para levar um sonho em frente.  “Eu espero pela ‘bomba’, mas bomba aqui tem um bom sentido, é a nossa grande onda.” Quem ouve o surfista brasileiro de 39 anos falar da onda de 24,4 metros que surfou na Nazaré, em 2017, reclamando o record do Guiness antes detido Garett McNamara, não pode deixar de sentir a mesma sombra da montanha de água que avança na sua direção.

Rodrigo conseguiu o feito 3 anos depois de o ter tentado na Nazaré, com consequências quase fatais, quando a onda gigante que surfava quase o engoliu e atirou para as rochas. Felizmente sem consequências físicas, para ele o mais difícil foi trabalhar a parte psicológica, chegando a pôr causa se conseguiria continuar fazer aquilo que adorava e em que se especializara. “Depois de 2014 perdi a minha confiança e o meu patrocinador porque fiquei com medo. Depois disso criei a minha própria marca, Koxa Bomb. Estava a dizer a mim próprio quem eu era, a organizar a minha mente. As primeiras t-shirts que fiz da minha marca diziam ‘go bigger’. Esse foi o meu mantra, a partir daí: ir mais alto na vida, nos sonhos. As pessoas na rua começaram a parar-me e gritavam: ‘Hey Koxa! Go bigger!’ E assim eu ia ganhando mais energia.” E seria esse mesmo conselho que daria a um empreendedor, diz: go bigger!