Ricardo Teixeira: “As mulheres da minha vida”

Há 21 anos que Ricardo Teixeira é CEO de um grupo de empresas na área digital. E é o fundador do Programa Kiai Imparável e está a orginzar o evento KiaiLive. As mulheres da sua família são o seu pilar.

Ricardo Teixiera foi vítima de bullying, experiência que o levou ao karaté, em que foi campeão do mundo.

Foi vítima de bullying, tendo utilizado essa experiência de vida para se tornar no primeiro português campeão do Mundo de Karate Shukokai e seguir a via do Empreendedorismo. Há 21 anos que Ricardo Teixeira é CEO de um grupo de empresas na área digital, que já venderam os seus serviços para mais de 15 países. E é o fundador do Programa Kiai Imparável, que visa ajudar, nos próximos 5 anos, 5 mil pessoas “a serem imparáveis”. Numa altura em que está a organizar o evento KiaiLive, em que também será orador, perguntámos quem são as mulheres que mais o marcaram ao longo da usa vida. Eis o seu testemunho:

 

“Parece um cliché , mas as mulheres que mais impactaram (e continuam) a minha vida são a minha Mãe (Belmira) e a minha mulher (Patrícia).

A minha mãe, Belmira Teixeira, pela sua grande força. Pois desde pequena que começou a trabalhar, tendo ido sozinha com apenas 16 anos para África, onde teve de aprender a enfrentar os desafios. A ela devo os meus valores de honestidade, integridade e de sacrifício. Lembro-me muito bem de a minha mãe estar na cozinha, sozinha, a cozinhar, para uma festa de uma Rádio muito famosa, milhares de salgados… E fazia cada salgado com a maior dedicação e sempre pela noite dentro, enquanto eu dormia em cima de 4 cadeiras. Enfrentou tempos muitos duros e soube sair sempre deles de forma vitoriosa.

A minha mulher, Patrícia Teixeira, que tem como característica um sorriso super contagioso. Ela tem sido um pilar enorme na minha vida e uma referência como pessoa e profissional. Ela, uma cientista bióloga, gosta sempre de fazer as coisas de forma correcta e perfeita. Generosa e devota das pessoas de que gosta, teve a capacidade de sair da sua zona de conforto e ir para uma área que não dominava, bem como um grupo com pessoas que não conhecia, gerando uma enorme quantidade de desafios. É diariamente uma referência para mim e um suporte importante para que eu esteja focado na minha alta performance diária.»