Como quebrar um mau hábito

Livre-se dele de vez, com pequenas alterações. O melhor é que substituí-lo por um hábito bom vai ajudá-la a comprometer-se com a mudança.

Se sabe que antes de jantar. come demasiado proque está stressada, decida fazer uma caminhada.

Há três alturas no ano em que tendemos a fazer planos de mudança: no Ano novo, antes do verão e na rentrée, quando depois das férias regressamos ao trabalho, com energias renovadas e muitas ideias do que gostaríamos de fazer e de mudar. Infelizmente, na maior parte dos casos, estas intenções depressa caem no esquecimento e prosseguimos com os maus hábitos que tanto queremos deixar. Para mudar de vez, siga estes conselhos:

Compreenda as razões. Deve começar por tentar perceber o que está a impulsionar a manutenção desse mau hábito. Pensemos no exemplo do aumento de peso: provavelmente está a comer mais porque está stressada ou ansiosa, ao mesmo tempo que há meses que falta ao ginásio porque anda cheia de trabalho. No entanto, as nossas resoluções são sempre algo como: “quero perder 10 quilos para vestir as calças que usava quando tinha 20 anos”. Mas, para realmente os perder, este tipo de objetivos não ajuda. Diferentes estudos realizados mostram que mudamos mais facilmente quando temos objetivos intrínsecos, ligados a valores mais elevados. No exemplo, deve estipular esse objetivo com a seguinte formulação: “quero ter uma vida saudável e ser um modelo para os meus filhos”.

Faça um plano. O poder da vontade é poderosíssimo, mas não é mágico. Raramente funciona por si só, a não ser em pessoas com uma determinação de aço. Por isso, um plano vai ajudá-la a antecipar as situações em que a sua vontade vacila. Se come demais quando está stressada, ao chegar a casa, em vez de abrir uma garrafa de vinho e devorar tudo o que lhe aparecer à frente enquanto faz o jantar, tente fazer uma respiração profunda e decida dar um passeio enquanto medita: “de que forma mais saudável posso lidar com este stress”? Ou “porque continuo tão stressada”?

Defina pequenas metas. Cada passo que der, por pequeno que seja, vai ajudá-la a chegar mais próximo do que deseja. De pouco serve pensar que gostaria um dia de lançar um negócio próprio, mas adiar sempre porque as responsabilidades no trabalho não lhe deixam tempo livre. O importante é começar: hoje peça um orçamento, amanhã marque uma reunião com um potencial fornecedor e no dia seguinte faça pesquisa para decidir que modelo de site gostaria de encomendar. No final da semana, reveja tudo o que avançou e estas pequenos passos irão entusiasmá-la a prosseguir no bom caminho. É mais fácil comprometer-se com pequenos objetivos e incorporar pequenas mudanças, transformando-as num hábito positivo, do que com mudanças radicais.

Dê-se tempo. Se é importante ter pequenas vitórias para celebrar, saiba, no entanto, que alterar um mau hábito é mais uma maratona do que um sprint. Pesquisas indicam que mudar um hábito pode levar entre 66 a 122 dias. À medida que o tempo passa, torna-se mais fácil.

Substitua um mau hábito por um bom hábito, que vá ao encontro dos seus objectivos. Se bebe muito café ou cerveja porque é a forma de conviver com os amigos, experimente marcar outro tipo de encontros, como caminhadas. Estabeleça uma rotina: duas vezes por semana comece a manhã com um passeio de uma hora com o seu cão.

Seja determinada e positiva. Mantenha um registo diário do seu comportamento, que lhe permitirá perceber quando se está a desviar do que pretende e regressar ao bom caminho mais rapidamente. Não deixe de celebrar as pequenas vitórias.