Maria Domingas Carvalhosa: Hoje acordei e já não havia pandemia

Maria Domingas Carvalhosa, CEO da Wisdom Consulting, antecipa o futuro pos-Covid.

Maria Domingas Carvalhosa é CEO da Wisdom Consulting.

Texto de Maria Domingas Carvalhosa, CEO da Wisdom Consulting

 

Hoje acordei, por volta das 8h00 e senti um cheiro alegre do qual já nem me lembrava. Que bom deixar para trás aqueles momentos traumáticos que nos roubaram o tempo, pessoas de quem gostávamos, negócios, a nossa sustentabilidade financeira e até a tão necessária saúde mental.

Foi difícil. Mas com o esforço dos nossos heróis da saúde que, na linha da frente, diariamente, lutavam pelas nossas vidas, como se não houvesse amanhã e, ainda, com a concertação da ciência que não poupou esforços para que a cura e a prevenção da maldita doença chegassem uns anos antes, hoje, podemos regressar às nossas vidas.

Chegada a este dia feliz, resolvi olhar para trás pela positiva. E, pensando bem, pela positiva aprendi muito com a pandemia.

Aprendi que, na generalidade, as pessoas são boas e muito solidárias. Aprendi que as que não são, nunca o irão ser. Aprendi, essencialmente, que tínhamos chegado a um ponto da (in)civilização em que precisávamos de parar e fazer uma introspeção. Rever as prioridades dos nossos valores. Como, por exemplo, reaprender o valor e os valores da família. Levar, pela primeira vez, a sério o equilíbrio trabalho e família. E, muito importante, rever o conceito da produtividade.

Produtivos não são os colaboradores que mais se veem no local de trabalho. O número de horas trabalhadas, nem sempre corresponde, proporcionalmente, a um melhor ratio de produtividade. Produtivos são os que apresentam resultados eficazes para a organização independentemente de este serem obtidos no escritório, no intervalo da sesta de um filho ou depois de este se deitar.

Hoje, acordei bem-disposta. Vou iniciar um novo paradigma de trabalho na minha empresa, que foi experimentado em mais de um ano e meio de pandemia. A rentabilidade é fundamental e, embora a responsabilidade última seja minha, também a passarei às minhas equipas. Assim, a partir de hoje, as equipas podem organizar-se e não necessitam estar no escritório mais do que três dias por semana. A decisão é dos líderes de equipa.

Por outro lado, de forma a poupar o planeta e a valorizar o tempo de todos vamos sensibilizar os clientes para só realizarem reuniões presenciais quando tal for totalmente necessário. Nos restantes casos manteremos as reuniões digitais que permitem a realização de reuniões mais amiúde e, assim, um serviço mais próximo do cliente.

Finalmente, vamos manter os momentos de convívio que nos ajudaram, ao longo de tanto tempo, a criar uma coesão, uma solidariedade e uma amizade única.

Hoje acordei cheia de boas ideias e mais virão. Só espero que o tempo me leve rapidamente a este presente.

 

Leia mais artigos de Maria Domingas Carvalhosa aqui

Parceiros Premium
Parceiros