Izabel de Paula: “O maior desafio é a a dualidade entre a razão e o coração”

A proprietária de uma clínica de tratamentos estéticos revela como está a lidar com o momento que atravessamos.

Construiu uma marca em torno do seu nome e da sua experiência de vida. Depois de anos a ser vítima de bullying e de sofrer um AVC, decidiu emagrecer, tendo perdido 39 quilos, e ser mais saudável. Com meios rudimentares e fazendo as suas próprias misturas e fórmulas – como borras de café e sal grosso, envoltas na cintura, que a faziam perder volume – este foi o início de um trajeto bem sucedido. Empreendedora,  hoje Izabel de Paula é a profissiobal body shaper expert, com uma técnica patenteada, e uma linha de produtos.

Para além de trabalhar na sua clínica, é ainda formadora e coach, dando formação do seu método a esteticistas de norte a sul do país que pretendem aprender a sua técnica e implementá-la nos seus espaços, assim como serem espaços afiliados do método Izabel de Paula.

Com dois livros editados  – Os Pecados do Corpo e Barriga Fit – o objectivo de Izabel de Paula é que as mulheres se sintam inspiradas a cuidar do seu “Património” – o seu corpo, que considera o seu bem maior.

 

“Como empresária e empreendedora, esta fase que nos encontramos a viver, faz-me enfrentar vários desafios. Neste momento, gostaria de me focar no maior desafio que enfrento: a dualidade entre a razão e o coração.  

Gerir uma equipa de pessoas, que confiam em mim a 100% enquanto líder, tem-se revelado um teste à minha capacidade de gestão entre a razão e o coração. Sou uma pessoa naturalmente emotiva, onde muitas vezes o coração acaba por falar mais alto e, neste momento, sinto que me desafio diariamente para encontrar num equilíbrio na tomada de decisões que implica um momento como este e que sei que terei de enfrentar mais cedo ou mais tarde.

É nos momentos de crise, como o que atravessamos, que conseguimos perceber o envolvimentos dos nossos colaboradores na ‘causa’ e no ‘propósito’ da empresa. E quem fala em colaboradores, fala também em parceiros e fornecedores. É nestes momentos que devemos ouvir a nossa razão e perceber se estas pessoas querem estar no barco connosco ou não. É agora que podemos chegar a algumas conclusões e tomar medidas em nome de um futuro e de um negócio saudável. 

Quem está comigo sabe que me entrego de alma e coração às suas vidas. Sabe que pode contar com o meu melhor e que irei fazer tudo o que estiver ao meu alcance para conseguir manter as pessoas comigo, aquelas com as quais sempre pude contar. 

Terei, eventualmente, de tomar algumas medidas provisórias, como por exemplo a redução de salários, dado que neste momento tenho a clínica fechada – assim como todos os restantes serviços – e só me encontro a faturar com a venda dos produtos on-line. Tudo será reajustado, mas enquanto durar este impasse e enquanto não voltarmos à normalidade, onde não terei dúvidas que conseguiremos dar a volta e regressar com um negócio mais forte e sustentado, todos teremos de fazer sacrifícios.

Depois deste grande desafio, existem outros também importantes, como por exemplo, a preocupação com o desenvolvimento do negócio aproveitando as plataformas digitais e criando ainda mais conteúdos para que as minhas clientes consigam manter os resultados que estavam a obter através dos tratamentos na minha clínica, mas em casa.  É uma forma de se sentirem próximas, de tirarem dúvidas e de permitir que mantenham o foco nesta fase mais negativa, sem se deixarem desanimar ou cair por terra o trabalho já iniciado.

Acredito que neste momento esse é um dos principais truques para superar esta fase que todos vivemos enquanto aguardamos que passe e que a nossa vida regresse à tão esperada normalidade, o de nos mantermos positiva, unidos e de continuar a encontrar alternativas e novas soluções e oportunidades que, até agora, ainda não tínhamos explorado ou dado a devida atenção. Em todas as crises existem oportunidades e eu quero acreditar que vamos sair bem-sucedidas desta.”

Parcerios Premium
Parcerios