10 erros que as pessoas bem-sucedidas não cometem duas vezes

Errar é humano, mas, quando se quer chegar longe, há erros que não devem ser cometidos mais do que uma vez, especialmente se tiverem potencial para nos arruinar a carreira.

As pessoas bem-sucedidas responsabilizam-se pelos seus erros e ganham o respeito de quem as rodeia.

Seja na nossa vida pessoal ou profissional, é através dos erros que aprendemos, crescemos e seguimos em frente. A verdade é que ninguém chega ao topo sem encontrar contratempos ou desafios pelo caminho. Numa extensa lista, o site Entrepeneur revelou quais os erros que as pessoas bem sucedidas nunca comentem duas vezes. Fique a conhecer alguns deles:

1. Não fazer perguntas difíceis
Colocar certas questões e querer saber mais detalhes sobre algo pode dar-nos a impressão de estarmos a ser intrusivos. Porém, não podemos deixar que essa sensação nos impeça de avançar. As pessoas bem-sucedidas podem abster-se de colocar questões mais difíceis uma vez, mas nas seguintes põem de lado qualquer tipo de hesitação e procuram obter toda a informação de que necessitam.

2. Acreditar que a perfeição existe
Quando algo parece bom demais para ser verdade é porque, muito provavelmente, o é, seja uma proposta de trabalho, a promessa do cumprimento de um prazo ou até algo que o seu colega lhe tenha dito. A perfeição não existe e quem está no topo sabe-lo bem. Podemos ser enganados uma vez, mas a partir desse momento mantemo-nos muito mais alerta.

3. Culpar o outro
A pior coisa que pode fazer é não tomar responsabilidade pelos seus erros e tentar culpar outra pessoa por eles. Apesar de ser uma prática bastante comum, uma vez que não gostamos de admitir que falhámos, culpar outra pessoa pelo nosso erro é uma atitude nefasta, não só para nós, mas também para quem nos rodeia. As pessoas bem-sucedidas não fogem às suas obrigações. Pelo contrário, responsabilizam-se pelos erros cometidos e ganham o respeito dos outros.

4. Recusar-se a mudar de atitude
Ser tenaz é fundamental para se ser bem-sucedido, mas existe uma grande diferença entre ter determinação e ser-se intransigente. A persistência pode ajudar-nos a atingir os nossos objetivos, porém, recusarmo-nos a querer mudar de atitude ou a não querer aceitar a realidade pode levar-nos ao falhanço. Ser flexível é um traço comum daqueles que têm sucesso e que deve ser incentivado.

5. Querer gratificação instantânea
Adiar recompensas ou qualquer tipo de gratificação pode ser uma tarefa complicada num mundo onde estamos habituados a ter tudo quase repentinamente. Contudo, alcançar os maiores objetivos ao longo da vida requer persistência e trabalho árduo da nossa parte. As pessoas bem-sucedidas valorizam o reconhecimento obtido mais tarde e a vontade de ter êxito é maior do que o desejo de ter uma recompensa imediata.

6. Tentar agradar a todos
É normal querer aprovação do outro e sentir que somos apreciados por toda a gente, mas por mais que tentemos, existirão pessoas às quais nunca iremos conseguir agradar. As pessoas bem-sucedidas sabem-no e, por isso, em vez de tentarem satisfazer quem não quer ser satisfeito, preferem concentrar os seus esforços num número reduzido de pessoas (seja em clientes ou colegas específicos), cultivando relações saudáveis e definindo objetivos claros.

7. Querer ser alguém que não se é
Por vezes gostaríamos de ser iguais à imagem que acreditamos ser aquela que os outros têm de nós. Porém, tentar ser alguém que não se é vai passar uma imagem de desonestidade e de falta de autenticidade da nossa parte. A evitar.

8. Preocupar-se com pormenores irrelevantes
Preocupar-se com coisas insignificantes é uma autêntica perda de tempo. Se tudo o que faz é perder-se nesses detalhes, está a pôr de parte outras questões que se encontram à frente dos seus olhos e que merecem verdadeiramente a sua atenção. As pessoas bem-sucedidas focam-se no melhor do seu negócio e trabalham em prol dele.

9. Ter uma mentalidade vitimista
As pessoas bem-sucedidas podem cair na tentação de se fazer de vítimas e de mergulhar num mar de autocomiseração. Mas esta é uma atitude que nos leva a perder o controlo e a ganhar todo o tipo de atenção e simpatia por parte dos outros, evitando responsabilidades. As pessoas bem-sucedidas não voltam a cair nesta armadilha e optam por superar as dificuldades.

10. Prometer em demasia, mas não cumprir
Melhor do que prometer muito e fazer pouco é prometer pouco e fazer muito. É uma forma segura de exceder as expetativas do cliente ou da chefia. Mas não se preocupe pois até mesmo quem é hoje bem-sucedido já fez no passado promessas que não conseguiu cumprir. A sua palavra é o seu vínculo, por isso, se se comprometeu, faça por ir ao encontro das suas promessas.