Elvira Fortunato e Maria do Carmo Fonseca distinguidas

As cientistas portuguesas figuram na campanha europeia #EUwomen4future.

As cientistas Maria do Carmo Fonseca e Elvira Fortunato estão entre as Mulheres Mias Influentes de Portugal, segundo a Executiva.

A campanha europeia #EUwomen4future, que mostra o trabalho das mulheres e valoriza as suas realizações nas áreas da ciência, investigação e inovação, educação e juventude, cultura e desporto, acaba de distinguir as cientistas portuguesas: Elvira Fortunato e Maria Carmo-Fonseca. Esta campanha pretende distinguir mulheres que, com os seus exemplos, transmitem a mensagem de que a igualdade de género é fundamental para uma sociedade próspera e justa. O objetivo é encorajar mulheres e raparigas em toda a União Europeia e não só a procurarem oportunidades e a realizarem as suas aspirações profissionais e pessoais e, em paralelo, mostrar o empenho da União Europeia (UE) na igualdade entre homens e mulheres e na redução do fosso, destacando profissionais de sucesso para encorajar raparigas jovens a estudar temas STEM (Ciências; Tecnologia, Engenharia e Matemática), a construir redes para ajudar outras mulheres e a agir como modelos a seguir.

“A campanha #EUwomen4future apresenta mulheres extraordinárias ativas na investigação, inovação, educação, cultura e desporto. Destaca algumas das grandes realizações que ajudarão a moldar a Europa de amanhã. Sem as suas mulheres profissionais talentosas e trabalhadoras, a Europa não pode – e não irá – seguir em frente. A minha esperança é que esta campanha também inspire todas as mulheres e raparigas – na UE e além – a realizar suas ambições e ir atrás de seus sonhos.”, afirma Mariya Gabriel, Comissária Europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude.

No âmbito da campanha, a mensagem de Elvira Fortunato, vice-reitora da Universidade Nova de Lisboa e Directora do CENIMAT – Centre for Materials Research, é: “Nunca desistir. Nada é impossível até acontecer”. Segund Maria Carmo-Fonseca, Presidente do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes, “ser cientista fascina-me pela liberdade de ter ideias e conceber experiências para as testar”.

Parceiros Premium
Parceiros