Corrida contra o cancro da mama

Diariamente morrem quatro portuguesas com cancro de mama. Com a Corrida Sempre Mulher, que se realiza este domingo, a Associação Portuguesa de Apoio às Mulheres com Cancro de Mama quer alertar para a importância do rastreio. Junte-se a esta causa.

Ajude a alertar outras mulheres para a importância de fazer o rastreio do cancro da mama.

Considerada uma das corridas portuguesas mais solidárias, a Corrida Sempre Mulher vai voltar a apelar para a importância do rastreio mamário e ginecológico. É no próximo domingo, 8 de novembro, no Parque das Nações, em Lisboa. A corrida/ caminhada é organizada desde 2006 pela Associação Portuguesa de Apoio às Mulheres com Cancro de Mama que quer sensibilizar as portuguesas para a importância atempada do rastreio. “Só uma deteção precoce favorece o prognóstico, a recuperação e a reabilitação, e pode fazer a diferença entre sobreviver ou não”, reforça Mafalda Pinto-Coelho, presidente desta associação. As informações estão todas em www.corridasempremulher.com.

O retrato português do cancro de mama

. É o cancro mais comum (não considerando o cancro de pele) e corresponde à segunda causa de morte das portuguesas

. 4 500 casos de cancro de mama por ano

.  11 novos casos por dia

. 1 em cada 11 portuguesas terá esta patologia ao longo da sua vida

. Todos os anos morrem 1500 mulheres (dados de 2012) com esta doença

. Morrem diariamente 4 mulheres com cancro de mama

.  1% de todos os cancros de mama são no homem

. As mulheres com mais de 60 anos correm mais risco

. A incidência do cancro de mama em Portugal é inferior à da média europeia