Conferência Liderança Feminina: Isabel Vaz, Luz Saúde

Formou-se em Engenharia Química mas é na Saúde que é feliz há 17 anos. O que é hoje a Luz Saúde nasceu numa pequena sala com uma pequena equipa, sob a sua liderança. Isabel Vaz é uma das oradoras da Grande Conferência Liderança Feminina, que se realiza a 24 de novembro, na Universidade Católica Portuguesa.

Isabel Vaz conseguiu que a Luz Saúde escapasse ilesa ao turbilhão BES.

É formada em engenharia química, mas a área da saúde sempre lhe foi próxima, pois o pai foi cardiologista. Foi o gosto pela física e pela matemática e a proximidade com as indústrias da região a sul do Tejo, onde cresceu, que a terão afastado da medicina. Após a licenciatura no Instituto Superior Técnico, Isabel Vaz começou a carreira como investigadora no Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica. Depressa decidiu que preferia o contacto com outras pessoas a estar fechada num laboratório, pelo que transitou para a Atral Cipan, onde integrou uma equipa de projeto de engenharia fabril na área farmacêutica. Em 1992 não hesitou quando um amigo a desafiou a ingressar na McKinsey. Tinha 26 anos quando deu este passo que mudou definitivamente o seu percurso profissional.

A gestão tornou-se a sua área de excelência, mas a engenharia está sempre presente na sua forma de analisar os problemas e tomar decisões. Esteve na McKinsey durante sete anos, mas o ritmo intenso da consultora não a impediu de ter sido mãe por duas vezes e fazer o MBA na Universidade Nova. Liderou projetos em várias áreas e trabalhou no processo de reprivatização do BES e na reestruturação da seguradora Tranquilidade. Foi nestas circunstâncias que conheceu Ricardo Salgado, que lhe viria a pedir em 1999 para desenhar a estratégia do Grupo Espírito Santo para a área da Saúde.

A Luz Saúde foi concebida numa pequena sala por uma equipa de quatro pessoas, todas da sua inteira confiança. Em 2007, era inaugurado o Hospital da Luz, e hoje a Luz Saúde é um dos maiores grupos de prestação de cuidados de saúde em Portugal com 20 unidades.

Nem tudo foram rosas durante este percurso. Quando no verão de 2014 o império de Ricardo Salgado colapsou, Isabel Vaz não vergou. Quem a conhece sabe que é apaixonada, lutadora, perfecionista, e exerce pressão para obter resultados. Por isso, agiu imediatamente para não deixar que a sua empresa fosse engolida no turbilhão. Em fevereiro desse ano, a empresa tornara-se na primeira companhia privada do setor da saúde cotada, tendo atraído 2800 investidores, 60 dos quais institucionais. Em outubro, a seguradora Fidelidade, pertencente ao grupo chinês Fosun International, Ltd, adquiriu 96% do capital da empresa por 460 milhões de euros. Depois de quase três meses a lutar em todas as frentes, a gestora conseguiu salvar a sua empresa, as suas pessoas e manter-se na liderança da Luz Saúde.

Entrevista com Isabel Vaz no livro Lições de Liderança de CEO Portuguesas.

GARANTA JÁ O SEU LUGAR

Isabel Vaz, CEO da Luz Saúde, vai integrar a mesa redonda ‘Como a liderança feminina está a mudar as empresas’, em que também participarão Teresa Carvalho, diretora do Gabinete Jurídico & Compliance da Liberty Seguros, Madalena Tomé, CEO da SIBS, Maria da Glória Garcia, da Universidade Católica Portuguesa, e Maria João Ricou, diretora-geral da Cuatrecasas, Gonçalves Pereira, numa conversa conduzida por Alexandre Real, managing partner da Sfori. António Ramalho, CEO do Novo Banco e um defensor da igualdade de género e da ascensão das mulheres nas empresas, será o key note speaker da conferência.
Garanta já a sua presença neste evento, que vai realizar-se no dia 24 de novembro, no Auditório Cardeal de Medeiros, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa. Os lugares são limitados.
Esta conferência conta com o patrocínio da Liberty Seguros, Novo Banco, Transearch e o apoio da Universidade Católica Portuguesa

rodape-conferencia