Carla Rebelo: “O empreendedorismo faz a economia avançar”

A diretora-geral da Adecco é uma das oradoras da Conferência Empreendedorismo Feminino, onde vai falar do futuro do trabalho, deixando dicas úteis para as empreendedoras que precisam de contratar o melhor capital humano para fazer o seu negócio crescer de forma sustentada.

Carla Rebelo, diretora geral da Adecco Portugal.

“Acreditamos que o empreendedorismo é uma das características fundamentais para a economia avançar, mas também para o mercado de trabalho funcionar melhor para toda a gente. Precisamos de ultrapassar barreiras todos os dias, mas também de acreditar que a solução está dentro de casa e que não é só o que se faz lá fora é que é bom.” Quem o diz é Carla Rebelo, diretora-geral da Adecco Portugal, a multinacional de Recursos Humanos que acabou 2018 em nota alta com a sua distinção como Country of the Year, graças aos resultados estratégicos conseguidos em 2018.

Carla Rebelo revela que se identifica muito com esse perfil. “Revejo-me muito neste tipo de atitude e nos empreendedores que tenho conhecido, até pelo contacto um pouco maior que tenho tido, através da Executiva, com esta elite de empreendedoras com histórias magníficas para contar. Acredito que as suas características funcionam para qualquer carreira de sucesso: muita resiliência, muito autocontrolo emocional — é preciso, sobretudo, controlar os medos — e vontade de fazer as coisas acontecer. São pessoas que nasceram para construir algo.”

Traços e competências que não são estranhos a esta executiva, que começou a trabalhar num escritório de contabilidade aos 16 anos, com sede de independência. Foi nessa área que acabou por se licenciar no ISCAL, mas ainda frequentava o 1º ano quando foi nomeada chefe de contabilidade da Nestlé Waters, aos 19 anos. Mais tarde, foi ajunta da direção financeira na Organon, diretora financeira da Deloitte e depois da Randstad,  passo que marcou a sua entrada na área dos Recursos Humanos, em 2003. Do seu currículo destaca-se ainda a experiência internacional, primeiro na Holanda e ainda ao serviço da Randstad e, posteriormente, no Brasil, onde dirigiu operações na Kelly e na Hays. Apostando na formação contínua, ao longo deste percurso fez um mestrado em Estratégia, doutorou-se em Gestão (Ciências da Decisão) e ainda concluiu uma pós-graduação em Lean Six Sigma, no Instituto Superior Técnico.

“Há pequenas grandes decisões que devem ser tomadas em conta numa start-up, para que continue a existir flexibilidade para os empreendedores irem ajustando as suas responsabilidades para com as pessoas que vão contratando, à velocidade a que o seu negócio evolui.”

A sua intervenção na conferência do próximo dia 21 de março, subordinada ao tema “O Futuro do Trabalho”, traz tendências em termos de recrutamento, cruciais para quem precisa de contratar a equipa certa para fazer o seu negócio crescer de forma sustentada. “O principal objetivo será dar algumas dicas úteis e insights sobre os perfis que uma empreendedora pode contratar, falar das alternativas que as empresas estão hoje a perseguir relativamente a perfis ou à reconversão e requalificação de pessoas de determinadas áreas. Temos exemplos de clientes que estão a olhar para formações académicas que até aqui não eram consideradas, de modo a suprirem a escassez de talentos em determinadas áreas mais competitivas em termos de procura.”

Da agenda de temas a abordar farão ainda parte informações de natureza contratual muito úteis na hora das empreendedoras escolherem o capital humano necessário ao seu projeto. “Há pequenas grandes decisões que devem ser tomadas em conta numa start-up, para que continue a existir flexibilidade para os empreendedores irem ajustando as suas responsabilidades para com as pessoas que vão contratando, à velocidade a que o seu negócio evolui.”

A Conferência Empreendedorismo Feminino realiza-se a 21 de março, entre as 9h e as 13h, na Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa, em Lisboa.

Conheça o programa e garanta já o seu lugar aqui.

PROGRAMA

9h15 BOAS VINDAS

De jornalistas a empreendedoras: o que aprendemos em 4 anos

Isabel Canha e Maria Serina, fundadoras do Executiva.pt

9h30 TALKS

9h30 A situação e os desafios do empreendedorismo no feminino

Teresa Fragoso, presidente da CIG 

9h45 O novo mundo do trabalho: como recrutar as pessoas certas

Carla Rebelo, diretora-geral Adecco Portugal

10h00 Os segredos de um bom plano de negócios

Bárbara Barroso, fundadora Money Lab

10h15 Os aspetos legais que deve saber antes de criar a empresa

Ana Sofia Baptista, sócia Abreu Advogados

10h30 O que deve, e não deve, esperar dos investidores

Isabel Neves, presidente Lisbon Business Angels Club

10h45 Co-creating your business

Diogo Romão, CEO Monday

11h00  COFFEE BREAK

11h30  MESA REDONDA

O sucesso não cai do céu: da luta ao crescimento

Helena Vieira, fundadora e CEO UAU Homes

Filipa Munoz de Oliveira, fundadora e CEO Wink

Margarida Almeida, fundadora e CEO Amazing Evolution

Sara do Ó, fundadora e CEO Grupo Your

Helena Rodrigues, fundadora e CEO da Allby

12h30 FIM