Como chegar ao conselho de administração

Três conselhos muito práticos para a ajudar a fazer este caminho, dados por duas mulheres que já lá chegaram.

Se quer ocupar um lugar no board tem de dar o primeiro passo.

Duas executivas, que são administradoras em várias empresas norte-americanas, partilharam na 3.ª Conferência Fortune Most Powerful Women Next-Gen, que decorreu no final de novembro, na Califórnia, três dicas sobre como podem outras mulheres posicionar-se para alcançar lugares nos conselhos de administração.

Sukhinder Singh Cassidy é uma empreendedora tecnológica que já trabalhou na Google e na Amazon, é fundadora do boardlist.com, da Joyuse faz parte do conselho de administração do TripAdvisor. Gerri Elliott é fundadora do broadrooms.com, um site para mulheres executivas, sendo também administradora na Whirlpool, na Imperva e na Bed Bath and Beyond.

Construa um currículo valioso

De acordo com Gerri e Sukhinder, todas as candidatas a administradoras devem ter um currículo de peso, assente em três ou quatro pontos fortes que as distingam das outras pessoas. Gerri aconselha que o seu currículo inclua algumas “palavras poderosas”, como “liderei”, “criei”, “dirigi” e “inovei”. É também importante explicitar o setor e indústrias onde adquiriu experiência. Por exemplo, uma das premissas de valor de Sukhinder é ser uma inovadora digital em grandes empresas, como a Google.

Dê a conhecer a sua vontade e ambição às pessoas influentes que a podem ajudar.

Gerri sugere também que as mulheres enfatizem os resultados que conseguiram nas empresas onde trabalharam – quando conseguem influenciar resultados mesmo que não lucrem diretamente com eles. Muitas empresas procuram administradores que saibam fazer perguntas e não propriamente que sejam operacionais.

Envolva a sua rede de contactos

Em Portugal este conselho parece muito ousado, sobretudo, quando dirigido a mulheres, mas a verdade é que é mesmo assim que as coisas funcionam. Nos Estados Unidos é normal as pessoas recorrerem aos seus contactos para tentar uma colocação num conselho de administração. Quando trabalhava na Juniper, Gerri disse abertamente ao seu CEO que gostaria de ter um lugar como administradora. E ele, reconhecendo o seu mérito, sugeriu o nome aos administradores e Gerri conseguiu o lugar.

Mostre o que vale em apresentações e intervenções em reuniões onde estejam administradores.

Sukhinder foi por outra via. Pediu ajuda a uma amiga e conhecida investidora do Silicon Valley, Aileen Lee, a quem pouco tempo antes um CEO tinha perguntado se conhecia profissionais competentes para um lugar no seu board. O “casamento” foi muito fácil de concretizar. Dê a conhecer a sua vontade e ambição às pessoas influentes que a podem ajudar.

Mostre o que vale

Gerri revela que um membro do board, regra geral, procura outro potencial membro entre alguém que conheça razoavelmente bem, que já tenha participado em reuniões de conselho e demonstrado alguma experiência. Caso ambicione tornar-se administradora deve mostrar o que vale através de apresentações e intervenções nestas reuniões ou, se não tem acesso a elas, sempre que estiver perante administradores. Isso é, especialmente, importante porque quem decide e não a conhece vai certamente pedir referências e questionar se tem experiência anterior a trabalhar e a interagir com outros membros do conselho.