Sexta-feira, 20 outubro 2017

Como se pode distinguir exatamente um amigo de um inimigo? Pode parecer fácil responder a isto. Mas, além de ser compreensivo, um amigo verdadeiro é capaz de nos colocar desafios e também tem de ser corajoso, o suficiente, para se arriscar com o nosso possível mau humor. Isto será suficiente para chamar a nossa atenção quando estivermos errados. Um amigo deve ser sincero. Um inimigo tira proveito de nós. Ter a visão de perceber quem está do nosso lado, mesmo sabendo que isso nem sempre significa estar de acordo ou palmadinhas nas costas, é o melhor que nos pode acontecer. O instinto pode, por vezes, ser a única resposta. Este, e a observação racional, deixando as emoções por instantes de lado, ajudará à distinção pretendida.