29 de março 2018

Há gente que tem tanto medo de que algo de mal aconteça que se envolvem em papel de bolhas para se protegerem. Mas não podemos proteger-nos contra todas as contingências. O mais que podemos esperar é por em marcha umas precauções sensatas e logo viver a vida livremente. Fazer o contrário não é mais que procurar problemas e deceções. Ainda que não tenhamos uma espécie de proteção universal, encontraremos ajuda quando a necessitarmos.