As competências mais procuradas em 2019

Fortalecer uma soft skill é um dos melhores investimentos que pode fazer na sua carreira. Saiba quais as competências em que deve apostar em 2019, segundo o LinkedIn.

Se quer destacar-se no meio profissional, aposte no desenvolvimento de soft skills.

O LinkedIn publicou a sua lista anual de “Top Skills”, que analisa os dados da plataforma e classifica as competências, que têm, simultaneamente, uma elevada procura e uma oferta reduzida. Por outras palavras, são as competências nas quais vale a pena apostar.

O mais recente ranking faz menção às hard e às soft skills, mas realça que as últimas, por não poderem ser executadas nem reproduzidas pela inteligência artificial, são cada vez mais procuradas pelos recrutadores. Segundo o autor do artigo, editor do LinkedIn Learning, Paul Petrone, “atualmente, 57% dos líderes seniores na plataforma afirmam que as soft skills são mais cruciais para os seus negócios do que as hard skills”.

Relativamente à metodologia, foram tidas em consideração as competências com maior procura relativamente à oferta correspondente. Para medir a procura, o LinkedIn identificou as competências listadas no perfil dos utilizadores com maior índice de empregabilidade e incluiu apenas cidades com 100 mil membros inscritos na sua rede.

Estas são as soft skills mais procuradas pelas organizações em 2019:

  • Criatividade

Enquanto os robôs são excelentes a otimizar ideias velhas, as organizações precisam cada vez mais de colaboradores criativos capazes de conceber as soluções de amanhã.

  • Persuasão

Ter um ótimo produto, uma grande plataforma ou um excelente conceito é uma coisa, mas o crucial é persuadir as pessoas a aderir.

  • Colaboração

Na época da inteligência artificial, à medida que os projetos se tornam cada vez mais complexos e globais, uma colaboração eficaz também ganha mais importância.

  • Adaptabilidade

Uma mente flexível é uma ferramenta essencial para ‘navegar’ num mundo em constante mudança, uma vez que as soluções de ontem não solucionarão os problemas de amanhã.

  • Gestão do tempo

Competência intemporal, dominar a gestão do tempo hoje ser-lhe-á útil para o resto da sua carreira.

… E as hard skills:

  • Computação em nuvem

Com o mundo a correr em direção à nuvem, as organizações procuram engenheiros com aptidões capazes de satisfazer tais exigências.

  • Inteligência artificial

Sem dúvida, vivemos na “Era da Inteligência Artificial.”

  • Raciocínio analítico

Nunca as organizações recolheram tantos dados como hoje, levando-as a ansiar por profissionais capazes de tomar decisões inteligentes baseadas nessas informações.

  • Gestão de pessoas

O mundo passou de um modelo de “command and control” (o chamado “C2”) para líderes capazes de formar e delegar poderes, um skillset que poucos profissionais dominam.

  • UX Design

É a chave para fazer com que o mundo digital funcione para os humanos.