Adecco abriu as candidaturas para CEO por um mês

Pelo sexto ano consecutivo, o Grupo Adecco desafia os jovens a candidatarem-se a um programa que permite ao vencedor acompanhar o CEO da Adecco em cada país durante um mês. Uma oportunidade única de perceber como é o mercado de trabalho e de se prepararem para o sucesso.

Carla Rebelo, diretora geral da Adecco Portugal.

O CEO de amanhã será bem diferente do CEO de hoje. Ambos têm muito a aprender um com o outro. Daí a iniciativa do Grupo Adecco em proporcionar a jovens a oportunidade de passar um mês com os líderes Adecco nos diferentes países onde o grupo líder mundial em soluções de Recursos Humanos está presente. Esta é uma experiência que ajuda os jovens a entrar no mundo do trabalho e na carreira que desejam, e a prepararem-se para o sucesso.

Com seis anos de existência o CEO for One Month, passou de 35 mil inscrições em 2015 para 260 mil no último ano em todo o mundo, e com mais de 250 candidatos que tiveram já a oportunidade de acompanhar a liderança do Grupo Adecco no seu país durante 4 semanas, este programa aproveita as competências e o know-how do Grupo Adecco, para criar valor social que está no seu ADN, na área do emprego e das competências.

Esta iniciativa, que oferece aos jovens a possibilidade de desenvolverem e experienciarem o seu potencial de liderança, de aprender e de adquirir competências e experiências necessárias para iniciar uma carreira de liderança, abriu as inscrições no final de novembro do ano passado – tendo já registado mais de 800 inscrições nacionais – e encerra a 19 de março. A seleção começa no nível local, onde 47 jovens, mulheres e homens, são selecionados para acompanhar os CEOs da Adecco nos seus países de origem. Em Portugal, o programa seleciona um candidato dos inscritos na plataforma, para acompanhar a CEO Carla Rebelo, durante 4 semanas, trabalhando lado a lado e experienciando a vida de um líder de negócios sénior.

Após esta fase, e a nível internacional, será feita uma avaliação rigorosa e um exaustivo Bootcamp, onde apenas um dos 47 será escolhido como CEO global por um mês e começará a sua jornada com Alain Dehaze. Todos os candidatos recebem informações, ferramentas e apoio que os ajudarão a dar o salto do mundo da educação para o mundo do trabalho.
O perfil procurado
Formação académica, idealmente na área de gestão, economia, finanças ou engenharia, sentido analítico e capacidade de organização, vontade de aprender (muita), boa capacidade relacional e comunicativa, fluência em inglês, empatia, ambição, espírito crítico e carisma.

De acordo com Manuel Pachon David, o vencedor português da edição de 2019, o balanço da sua participação foi extremamente positivo. “Em apenas quatro semanas conheci e trabalhei com inúmeras pessoas, conheci os diversos departamentos da empresa e estive presente em reuniões de todo o tipo, desde reuniões de equipa, reuniões de resultados, reuniões com clientes. Absolutamente fantástico.”

5 lições aprendidas pelo português CEO for One Month 2019

  1. A importância de valores bastante sólidos para o sucesso de uma empresa; boa gestão dita o sucesso de uma empresa
  2. O sucesso de qualquer empresa parte da perfeita sintonia entre os diversos departamentos.
  3. É fundamental olhar para uma empresa e perceber como potenciar sinergias entre os diversos departamentos.
  4. Uma excelente gestão de topo faz a diferença na vida dos colaboradores e da empresa.
  5. Um bom líder é alguém próximo, atento e compreensivo, que estimula a maximização do potencial de todos os elementos de uma equipa.