Acha que merece ser promovida?

É fácil querer ser promovida, mas será que sabe explicar por que razão merece sê-lo? Descubra como perceber se está preparada para tomar o próximo passo na sua carreira.

Há 10 perguntas a que deve saber responder de forma clara para perceber se está preparada para avançar na carreira.

É uma questão pertinente e à qual nem sempre damos a devida reflexão. Normalmente é a direção que decide quem merece uma promoção, mas esta não é a única voz a ser tida em consideração quando esta decisão é tomada.

Para Terry McDougall, executive & career coach, num artigo da Ellevate, não é o chefe quem decide se está preparada para ascender a outro cargo, mas sim, a colaboradora. É certo que a decisão final cabe à chefia, mas ninguém melhor do que a colaboradora para perceber se está verdadeiramente preparada para subir de posição. Porém, tudo dependerá da sua motivação e personalidade: se estivermos à espera que alguém se lembre de nos promover, arriscamo-nos a aguardar durante muito tempo, mas imaginarmo-nos no lugar desejado é meio caminho andado para o conseguir. Ao idealizar esse futuro, pensando e agindo como se já o tivéssemos alcançado, fazemos com que quem nos rodeia comece igualmente a imaginar-nos nesse papel.

Mas isto não é algo que aconteça do dia para a noite. De acordo com a executive & career coach, antes é preciso agir. Há quem opte por estratégias muito simples (mas surpreendentemente eficazes) de começar a fazê-lo, como fazer um ugprade ao guarda-roupa, seguindo a velha máxima “vista-se para o cargo que quer ocupar”. Outras, preferem identificar as competências que lhe faltam nesse momento para chegar ao lugar que ambicionam e combater essas mesmas lacunas através de mentoring, coaching ou formação. O importante é não cair na tentação de acreditar que não evoluiu na carreira somente porque acha que o seu chefe é “todo-poderoso” e não quer que progrida.

Já Kathy Caprino, career coach, vai mais longe. Num artigo para a Forbes, defende que antes de pedir qualquer promoção (ou até mesmo um aumento) é preciso responder à seguinte pergunta: “por que razão mereço ser promovida ou aumentada?” Se demorou mais a pensar numa resposta breve e esclarecedora, talvez o processo não seja assim tão simples. Por isso, a career coach recomenda que, antes da pergunta principal, responda a outras dez questões de forma honesta e ponderada, de forma a perceber se está preparada.

  1. O que a leva a pensar que merece ser promovida? É uma decisão emocional ou factual?
  2. A resposta à questão principal baseia-se em pesquisa, resultados mensuráveis ou obtidos por si ou é apenas um pressentimento de que não é valorizada?
  3. Sabe quanto ganham os colegas no seu escalão profissional ou tipo de atividade, dentro da sua empresa ou fora dela?
  4. Tem dados que corroborem que executou trabalhos correspondentes à sua função de uma forma excelente e que demonstrem que está preparada para subir de patamar?
  5. Realizou tarefas (contribuições na empresa, problemas solucionados, gerou receitas, etc.) que mostrem que está preparada para assumir mais responsabilidades?
  6. Tem uma base de apoio suficientemente boa, por parte de colegas e chefias, caso precise de recomendações?
  7. Existe alguém na sua empresa, em quem confie, que tenha influência e seja um aliado, falando das suas competências quando não está presente?
  8. Falou com alguém fora da sua empresa, nos últimos quatro meses, de modo a perceber quanto é que a sua função “vale” no mercado de trabalho e se está numa boa posição competitiva?
  9. Está disposta a receber feedback honesto por parte do seu chefe e/ou outros sobre os comportamentos que deve alterar de forma a ser vista como uma líder?
  10. Sabe exatamente qual a visão da empresa em relação a si?

Se for capaz de responder objetivamente a todas esta questões, de certo estará muito mais preparada para avança na carreira com confiança e conversar sobre isso com a sua chefia. Mas se ainda não tiver respostas concretas e, ainda assim o instinto lhe disser que está na hora de progredir, a especialista em carreira aconselha:

— Aposte forte no networking com profissionais da sua área. Informe-se sobre como está o panorama para a sua carreira fora da empresa em que trabalha, não só a nível de outras oportunidades de trabalho, mas também se é uma área com muita oferta, se tem muita competição, médias salariais e o tipo de benefícios mais comuns.

— Procure um mentor que acredite nas suas potencialidades e as promova frente a terceiros, que a possa ir preparando para passar ao nível seguinte.

— Procure projetos, nas suas funções atuais, que possam fazer brilhar as suas aptidões de liderança ou trazer-lhe maior reconhecimento pelo seu trabalho.

— Reúna com a sua chefia e fale-lhe do seu desejo em crescer profissionalmente e contribuir para a organização de uma forma mais elaborada. “Leve os seus apontamentos e exponha o seu caso com informação detalhada sobre as suas conquistas e desempenho”, diz Caprino. Se ainda assim lhe disserem que não está preparada, peça-lhe uma opinião sobre o porquê e apoio no sentido de construir consigo um plano de carreira, com metas e medidas que possam rever juntos a cada trimestre.