Casa cheia para ouvir Lições de liderança de CEO portuguesas

O Espaço Novo Banco recebeu mais de uma centena de convidados para a apresentação do livro Lições de Liderança de CEO Portuguesas. No final, Liberty, Transearch, PwC e Grupo Your explicaram o que as levou a associarem-se a este livro.

O Espaço Novo Banco acolheu mais de uma centena de convidados para a apresentação do livro.

O auditório do Espaço Novo Banco encheu-se, ao final da tarde de 17 de novembro, para receber os muitos convidados para o lançamento de ‘Lições de liderança de CEO Portuguesas’, o segundo livro de Isabel Canha e Maria Serina, fundadoras do site Executiva.

No duplo papel de editora e autora, Isabel Canha lembrou como a Redcherry e a Executiva nasceram de um sonho antigo. “Há muito que sentíamos que fazia falta no mercado uma editora que desse voz ao trabalho exercido pelas mulheres, porque as publicações económicas ou mais generalistas não o fazem. Sabíamos da importância dos modelos inspiradores para a progressão profissional das mulheres e decidimos lançar nós este projeto.”

Em 2015, o sonho materializou no lançamento do site Executiva, de uma edição em papel, na publicação do livro ‘Memórias de Executivas” e na entrega do prémio ‘As Mulheres mais Influentes de Portugal’.

Modelos de inspiração

“Este projecto nasceu assim que terminámos o anterior”, recordou Maria Serina, co-autora, durante a apresentação. “Sentimos imediatamente a necessidade de fazer um segundo livro e achámos fundamental obter o testemunho de mulheres que estão na liderança de grandes empresas em Portugal. Procurámos mulheres com carreiras sólidas e que lideram empresas em diferentes áreas, para que a sua experiência e conselhos atinjam o maior número possível de outras mulheres.”

Foi assim que chegaram a Inês Caldeira, no setor da cosmética; Ana Torres, na indústria farmacêutica; Cláudia Almeida e Silva, na distribuição; Isabel Vaz, na saúde; Madalena Tomé, nos pagamentos; Maria da Glória Garcia, no ensino superior; Maria João Ricou, na advocacia; Maria João Carioca, na Bolsa; Sofia Tenreiro, na tecnologia e Teresa Cardoso de Menezes, na informação comercial.

Nestas conversas conseguiram que as entrevistadas partilhassem como começaram e se distinguiram entre os seus pares, como superaram os desafios que foram enfrentando, como lidam com os erros que, inevitavelmente, se cometem ao longo do caminho, quais os momentos mais angustiantes das suas carreiras e aqueles que lhes deram mais satisfação, o que valorizam nas pessoas que escolhem para as suas equipas e, finalmente, que conselho dariam à nova geração.

António Ramalho, CEO do Novo Banco, teve a seu cargo a apresentação desta segunda parceria literária entre as duas jornalistas, numa intervenção emotiva em que lembrou o abismo existente entre o número de mulheres formadas no ensino superior e os cargos empresariais de topo ocupados por elas, a necessidade de uma reflexão sobre o porquê desse desfazamento e onde recordou partes dos testemunhos das 10 entrevistas e como eles são exemplo vivo de que não há um, mas muitos tipos de liderança feminina.

Teresa Carvalho, da Liberty Seguros.

Teresa Carvalho, da Liberty Seguros.

Dar mais oportunidade às mulheres

Teresa Carvalho, diretora do Gabinete Jurídico & Compliance da Liberty Seguros, também acredita que a igualdade de género começa na esfera privada. “Talvez falte, num país como o nosso e em que as mulheres só entraram em força no mercado de trabalho depois de 1974, uma maior consciencialização de que os trabalhos ditos domésticos e familiares não têm só um destinatário. No dia em que deixarmos de dizer que ‘os homens ajudam em casa’ talvez essas barreiras comecem a desaparecer.” A especialista jurídica da Liberty comentou também as razões que levaram a sua empresa a associar-se a este livro. “Ele tem a ver com duas realidades que interessam muito à Liberty Seguros: liderança e liderança no feminino. Desde que a empresa entrou em Portugal, em 2003, temos contado com uma presença muito expressiva de mulheres na direção de topo e, inclusivamente, no conselho de administração. O nosso presidente e CEO, José António de Sousa, fez toda a sua carreira fora em mercados internacionais, onde a turbulência é muita mas onde não existem alguns preconceitos que talvez caracterizem a nossa cultura. Por isso, não hesita quando quer escolher a melhor pessoa para o lugar, seja homem ou mulher, e dá às mulheres muitas oportunidades, em idades muito jovens e com filhos pequenos. Por isso, quando soubemos deste livro achámos que era uma oportunidade única para contribuirmos um pouco mais, até porque a nossa postura também é de responsabilidade social.”

Soledade Carvalho Duarte, da Transearch.

Soledade Carvalho Duarte, da Transearch.

Afastar as pedras do caminho

Soledade Carvalho Duarte, managing partner da Transearch, uma das empresas patrocinadoras do livro e apoiante do projeto Executiva desde o momento zero, explicou porque razão se quis associar a este livro. “Ao longo da minha atividade profissional tenho tido a oportunidade e privilégio de me cruzar com grandes executivas e não tenho colocado tantas como gostaria, mas tem acontecido com mais frequência nos últimos tempos. Tive o gosto de conhecer quase todas as entrevistadas deste livro e não pude deixar de querer apoiá-lo, pensando na geração dos nossos filhos. É importante que as jovens mulheres que entram agora na vida profissional não tenham de fazer tanto o caminho das pedras como as gerações anteriores, retratadas em ‘Memórias de Executivas’.”

Maria Antónia Torres, da PwC.

Maria Antónia Torres, da PwC.

Eliminar constrangimentos

“A PWC decidiu patrocinar este livro porque entendemos que estes exemplos e histórias fazem muita falta às outra mulheres”, revelou Maria Antónia Torres, partner do departamento fiscal, Human Capital Leader e membro da Comissão Executiva daquela consultora. “É importante entender que conseguiram e como conseguiram. E foi de diversas formas: não foi com um único perfil ou contexto pessoal; e foi a errar, muitas vezes.” Como responsável em projetos em que é mentora para a liderança feminina, na PWN e na Connect to Success, Maria Antónia Torres encontra nas mulheres que neles participam “muita garra, até porque é muito difícil iniciar um pequeno negócio em Portugal. Ainda há um conjunto de constrangimentos que passam, por exemplo, por ir a um banco e encontrar um gerente mais retraído em fazer um financiamento a uma mulher que começa o seu negócio.”

Sara do Ó, do Grupo Your.

Sara do Ó, do Grupo Your.

Um livro que faz a diferença

Sara do Ó faz parte d nova geração de executivas a quem ‘Lições de Liderança de CEO Portuguesas’ se destina. Em 2006, a jovem empreendedora arriscou e fundou o Grupo Your com mais duas jovens, uma empresa especializada em soluções de contabilidade e que hoje já é um grupo com soluções de apoio à gestão para empresas em 11 áreas distintas. “Quando li este livro pensei ‘Se tivesse tido a oportunidade de ler isto há 10 anos, teria feito toda a diferença. Uma coisa é ler livros teóricos, com dicas e exemplos importantes, mas outra bem diferente é conhecer estas histórias de vida, com alma e experiência no terreno. É um livro muito importante para quem está a começar. As mulheres, principalmente, precisam de uma capacidade de gestão de prioridades imensa, de saber resistir à critica. Mas isso também é o que nos faz mais fortes e cada mulher que arrisca põe-nos mais perto da igualdade.”