3 coisas que deve fazer pelo seu bem-estar em 2019

Siga os conselhos da fisiologista Teresa Branco para manter em alta os seus níveis de energia, saúde e bem-estar, durante o resto do ano.

Alinhe-se com os seus objetivos para que consiga levar uma vida mais equilibrada.

“Mente sã em corpo são”. Com a azáfama do dia-a-dia, nem sempre é fácil relembrar esta expressão e perceber aquilo de que verdadeiramente precisa. O corpo, por exemplo, dá-lhe sinais que, muitas vezes, ignora sem querer, ora porque não tem tempo, ora porque não sabe interpretá-los. É preciso parar e pensar no bem-estar para que tudo o resto não descarrile. Teresa Branco, fisiologista, com vasta experiência no desenvolvimento e gestão de programas de perda e gestão do peso, partilha três atitudes que deve ter ao longo do ano para que se sinta em plenitude.

Conheça o seu corpo e como ele funciona

“Cada vez mais temos a noção de que devemos intervir na prevenção e não no tratamento. A nossa medicina está muito orientada para o tratamento da doença, mas o desejável é prevenir em vez de remediar. Para isso, será necessário fazer um bom diagnóstico da sua saúde em geral, de forma integrada nas diferentes áreas. É importante conhecer o seu metabolismo, ou seja, quantas calorias consome por dia e qual o substrato energético (gordura, hidratos de carbono ou proteína) que utiliza preferencialmente para fazer face às necessidades energéticas diárias.

É fundamental também estudar a sua composição corporal, de forma fidedigna — assim perceberá a sua quantidade massa gorda corporal, a quantidade de massa isenta de gordura (massa magra) e a sua água corporal. O seu perfil hormonal, vitamínico e mineral também poderá ser um bom indicador da sua qualidade de vida e da sua saúde. Curiosamente, o estudo do seu intestino também será um ótimo aliado para ajudar a preparar o seu organismo para se proteger de doenças e ter mais qualidade de vida. A avaliação do PH do seu corpo é também um bom preditor de saúde e de bem-estar. Os hábitos alimentares e a sua aptidão física são dois componentes que nos fornecem excelentes parâmetros para prevenir o aparecimento de inúmeras doenças.”

Faça uma intervenção adequada a si

“As abordagens na alimentação, na atividade física e na saúde em geral devem ser cada vez mais específicas e decorrentes de um bom diagnóstico. Invista numa abordagem que privilegie a sua especificidade fisiológica, comportamental e emocional. Não existem abordagens milagrosas únicas, mas sim abordagens direcionadas para si. Certifique-se de que o acompanhamento que escolher foi cuidadosamente preparado e desenvolvido com base na sua unicidade.”

Reflita sobre aquilo que verdadeiramente quer para a sua vida

“A vida atual é de tal forma acelerada e dispersa que nos sobra muito pouco tempo para percebermos o que na realidade nos faz sentir bem. Tomamos decisões sem ponderação, sem reflexão com base nos acontecimentos diários, sem percebermos bem se essas decisões estão relacionadas connosco e com aquilo que pretendemos ser no futuro. Estarmos alinhados com aquilo que queremos requer um trabalho de observação interior que se tornará muito útil e que, possivelmente, nos trará mais tranquilidade e serenidade no futuro.”