Investir com Isabel Neves

A advogada e presidente do Lisbon Business Angels Club adora novas ideias, novos projetos e de apoiar a capacidade empreendedora, por isso diz que como 'tubarão' do programa televisivo “Shark Tank” sente-se mesmo como um 'peixe na água'.

Isabel Neves é presidente do Clube de Business Angels de Lisboa

Isabel Neves será uma cara ainda mais visível do empreendedorismo em Portugal porque se prepara para entrar na segunda temporada do program de televisão “Shark Tank”. Para além disso é presidente do Lisbon Business Angels Club, fundou e dirigiu a Associação de Empresárias Portuguesas e tem um extenso currículo enquanto empreendedora. A sua enorme experiência no apoio a jovens empresárias permitiu-lhe contactar com diversas temas e realidades, da biotecnologia à educação e ao turismo. É também advogada e uma das principais impulsionadoras do empreendedorismo feminino.

Recorda o seu primeiro emprego e o que fez com o primeiro salário?
O meu primeiro trabalho foi dar explicações. O meu primeiro emprego foi nas empresas do meu pai onde entrei como office girl. Como gastei o primeiro salário não me lembro mas de certeza foi em gastos pessoais não obstante que foi com os meus salários que paguei os meus estudos e todas as minhas despesas.

Que relação tem com o dinheiro?
Tenho uma preocupação enorme em controlar todos os meus gastos e saber onde gasto o meu dinheiro. Procuro sempre equilibrar muito bem o que ganho e o que gasto, no entanto não sou tão poupada quanto gostaria.

De quem recebe conselhos financeiros?
De amigos que são conhecedores.

Como escolhe os seus investimentos?
Pelo sentido da oportunidade e/ou porque são áreas com que eu me identifico ou sinto “paixão”.

Só se consegue criar riqueza se criarmos empresas e as tornarmos competitivas.

Qual foi o melhor investimento que fez até hoje?
O investimento que fiz em mim, na aquisição de conhecimento e no meu desenvolvimento pessoal, onde incluo cursos, viagens e tudo quanto me fez conhecer lugares, pessoas e ter “mundo”.

Como se sente como ‘tubarão’ à procura de novos empreendedores?
Adoro novas ideias, novos projectos e apoiar a capacidade empreendedora, por isso, como tubarão, sinto-me mesmo como um “peixe na água”!

A situação económica portuguesa assustada quem quer arriscar em novos projetos?
Só há uma solução para a economia portuguesa criar riqueza e criar postos de trabalho e isso só se consegue se criarmos empresas e as tornarmos competitivas. Portugal tem recursos e muito talento. Mais que áreas por explorar há um potencial de talento e conhecimento para aproveitar!

Parcerios Premium
Parcerios