Há algo de errado no seu pequeno-almoço?

Se acredita que os sumos de fruta ao pequeno-almoço são ótimos para a saúde, este artigo é para si.

Não abuse dos sumos. Prefira a fruta ao natural.

Existe uma ideia pré-concebida de que apostar numa dieta com muita fruta é um caminho infalível para ficar em forma. Mas como em todos os alimentos, a moderação é a palavra chave e a fruta não é exceção.

Numa entrevista à revista norte-americana She, a nutricionista Marisa Moore recorda que a maioria da fruta tem uma grande dose de açúcar, como tal, é necessário ter especial atenção à quantidade que ingerimos diariamente.

A nutricionista aconselha comer fruta com regularidade, sem dúvida, mas a ter em conta a quantidade. O importante é desmistificar a crença de que as calorias da fruta não existem, um mito perpetuado por algumas organizações de perda de peso, que dão liberdade total a todas as frutas e vegetais nas dietas que sugerem aos seus seguidores.

Algumas pessoas bebem diariamente sumos com várias frutas e em boa quantidade. Não só ficam saciadas, como se sentem bem por estarem a contribuir para uma alimentação saudável. Porém, não é exatamente assim. Não só esses sumos podem conter facilmente mais de um terço da dose diária recomendada de calorias, como o seu nível de açúcar é muito elevado.

Em média, um adulto não deve consumir mais de três a quatro peças de fruta fresca por dia.

Os smoothies, por exemplo, que continuam na moda, podem fazer parte de uma dieta equilibrada, contudo a quantidade de fruta com a qual os fazemos deve ser moderada. Marisa Moore aconselha adicionar-lhes uma proteína e uma maior quantidade de vegetais para que consiga atenuar o açúcar que a fruta contém – o ideal é uma proporção de 70% de vegetais para 30% de fruta – assim, não concentrará uma quantidade de açúcar tão grande numa só refeição. Pode adicionar também ao seu smoothie vários super alimentos, como bagas de góji, aloé vera, entre outros, e stevia, um excelente adoçante natural.

As virtudes da fruta inteira

Contudo, é importante perceber que estas bebidas saborosas, embora consideradas saudáveis, proporcionam um nível de saciedade menor do que o de um alimento sólido com a mesma energia. Uma laranja inteira, por exemplo, é suficiente para a saciar, mas dificilmente fará um sumo com menos de duas unidades. E há outra questão: a fruta ao ser esmagada perde grande parte da fibra e dos nutrientes que contém quando consumida inteira

Lembre-se que em média, um adulto não deve consumir mais de três a quatro peças de fruta fresca por dia. Ainda que seja um alimento natural, quando consumimos fruta o nosso corpo reconhece o açúcar de forma indiferenciada. A solução para quem procura nos sumos uma forma fácil de ingerir várias frutas é diversificar. Opte por apenas dois ingredientes e varie todos os dias.

Parcerios Premium
Parcerios