Para Vera Eiró, counsel da Linklaters LLP, o dinheiro é uma "forma de alcançar a liberdade" e, por isso, também procura que não seja ele a prendê-la. Não é de estranhar que já em pequena se responsabilizasse por tarefas caseiras para garantir a sua semanada.
Para decidir como, onde e quanto investir, a idade também conta. Mas envelhecer não tem de significar uma apreciação negativa em matéria de investimento. Tal como na vida, o tempo muda as prioridades e, em função delas, as escolhas que fazemos.
Cristina Benito defende que o dinheiro não dá necessariamente felicidade, mas uma má relação com ele leva à infelicidade e alerta que as emoções têm um papel muito importante nos investimentos e nem sempre bom. Por isso, decidiu escrever Money Mindfulness, usando os ensinamentos da avó e da mãe, mas também o que aprendeu como assessora financeira na Morgan Stanley. 
Parceiros Premium
Parceiros