Causar boa impressão numa reunião? A ciência dá a resposta

A comunicação não verbal diz mais sobre nós do que pensamos. Um estudo mostra a sua importância na inteligência emocional — e ainda dá um truque simples para causar boa impressão numa reunião.

Transmitir uma boa impressão não depende apenas do que se diz.

O segredo para o sucesso, pessoal e profissional, está mais na inteligência emocional do que no Q.I.: ou pelo menos, é o que parece comprovar a neurociência e vários estudos de comportamento recentes. Causar boa impressão numa reunião é afinal mais simples do que pensa.

Um número interessante a respeito do sucesso das pessoas emocionalmente mais inteligentes é avançado pelo autor Travis Bradberry, um dos influenciadores mais populares do momento no LinkedIn, e citado pelo Business Insider: 90% dos colaboradores com melhor desempenho no mundo empresarial têm altos níveis de quociente de inteligência emocional e ganham, em média, mais 28 mil dólares anuais (quase 26 mil euros) do que os colegas menos afortunados neste aspeto. São também conhecidos por serem grandes influenciadores. E para isso é preciso não apenas ter uma boa capacidade de autoconhecimento, mas perceber como os outros a veem a si.

Como consegui-lo, então? Um estudo da Loyola University de Chicago diz que tudo se resume a manter o contacto visual constante a atento durante uma conversa, entrevista de emprego ou reunião de trabalho, por exemplo. Não é apenas uma questão de boas maneiras: o seu interlocutor vai ficar com a impressão de que é uma pessoa mais inteligente e com mais conhecimentos.

Os investigadores neste estudo de comportamento pediram aos participantes da pesquisa para assistirem a vídeos com a gravação de entrevistas feitas a 20 estudantes de psicologia do quadro de honra. Solicitaram depois para adivinharem a média de classificação destes estudantes, baseando-se em pistas na sua comunicação não verbal. No fim da pesquisa, os alunos que mantinham contacto visual de forma mais persistente com o entrevistador eram entendidos pelos participantes como tendo as notas mais altas.

Uma dica útil para a sua próxima entrevista de emprego ou reunião.